10.07.2012

Manjar branco

A primeira vez que fiz, saiu duro. incomível. Na segunda vez, mole. A terceira tinha que dar certo!
Aproveitei para por em prática meus novos conhecimentos sobre caldas e fiquei feliz com o resultado. Isso é bom e ruim: bom porque consegui superar uma dificuldade, que era fazer caldas sem cristalizar ou queimar; ruim porque agora eu posso fazer doces com caldas sem medo e engooooorda!!!!

Essa receitas é do livro "União 100 anos - Receitas que fazem nossa história" do açúcar União. É interessante que nessa publicação, as receitas são separadas por décadas, e essa fez sucesso na  década de 1930. 

Vamos pro que interessa!


Manjar: 
1 xícara  de amido de milho (100g)
1 litro de leite
1 xícara de açúcar (160g)
1 vidro de leite de côco (200ml)
  • Dissolva o amido no leite e adicione o açúcar e o côco. 
  • Leve ao fogo baixo, mexendo sempre para não formar grumos, até engrossar. Aí é que o negocio pega. O ponto certo é quando você pega um pouco do creme e coloca em cima do próprio creme e aquele fica no formato que foi colocado. Entendeu?
  • Despeje numa forma untada com óleo e passada na água, cubra com filme plástico e leve à geladeira até ficar bem firme (umas 3 horas).
  • Desenforme e sirva com ameixas em calda.
Ameixas em calda:
2 xícaras de ameixas secas sem caroço (300g)
3 xícaras de água
2 xícaras de açúcar (380g)
  • Leve ao fogo as ameixas com 2 xícaras de água. Quando levantar fervura, desligue.
  • Em uma panela, dissolva o açúcar em uma xícara de água. Limpe a lateral da panela para não cristalizar. Leve ao fogo baixo e não mexa. Quando estiver um caramelo claro, (+/- 155°C), desligue o fogo e coloque as ameixas com a calda do cozimento ainda quente. Cuidado nessa hora, pois pode espirrar. 
  • Misture delicadamente, volte ao fogo e, quando levantar fervura, desligue.
  • Deixe esfriar antes de usar.
Espero que gostem!